• mooncat 5w

    Com o relógio a tiquetaquear
    Eu penso em me machucar
    Para que de alguma maneira essa dor consiga se amenizar

    Mas com o relógio a tiquetaquear
    Eu sinto o tempo se esvair
    A cada novo som uma nova angústia, um novo pesadelo

    Quão maldito é o tempo?
    Ele nos traz respostas e é capaz de consertar as coisas
    Ao mesmo tempo é uma espécie de mensageiro da morte,
    Ele dita o nosso fim e avisa a ela a hora de vim

    Meus olhos lutam para se manterem abertos
    Como se tivessem medo que em um piscar de olhos toda a minha vida mudasse
    Como o bater das asas de uma borboleta que em questão de segundos muda tudo,
    Algo tão simples e tão catastrófico

    Sinto a imponência nos meus ossos
    Eu deveria ter feito mais? Dei o meu melhor? Não fiz da maneira certa?
    São tantas questões que assim como a vida são levadas pelo tempo, esse que continua a correr.

    Eu não quero mais pensar nisso
    Minha cabeça é como um borrão
    O ar se faz necessário, um coração bate causando dor,
    Como fazer uma mente parar de trabalhar?
    Como fazer todas esses pesadelos irem embora?
    Traga os meus sonhos de volta, antes que essa batalha seja vencida

    O cansaço domina
    Ainda ao fundo escuto o relógio badalar
    Um som mais e mais distante a cada momento
    E quando ele parar será o fim desse jogo, o fim dessa vida.
    ©mooncat